Releases produzidos e enviado à imprensa

1ª Mostra de Cinema de Fama traz exibições gratuitas em bela e pacata cidade às margens do lago de Furnas

Festival, que acontece entre os dias 26 e 28 de maio, conta com oficina de atuação com Anselmo Vasconcellos, homenagens e programação cultural no charmoso balneário de 2.500 habitantes

Patrocínio:

Codemig - Governo de Minas Gerais

Codemig – Governo de Minas Gerais

Acontece entre os dias 26 e 28 de maio a I Mostra de Cinema de Fama-MG. A pequena e pacata cidade sul-mineira será palco para exibições gratuitas de filmes às margens do lago de Furnas, com mostra competitiva de curtas-metragens nacionais e projeção de quatro longas-metragens convidados. Dentre as atividades paralelas, visando formação e fomento da sétima arte e turismo no estado e região, está um curso de atuação com Anselmo Vasconcellos e uma homenagem ao dramaturgo e romancista de cinema e televisão Jovany Sales Rey, natural de Alfenas, cidade vizinha de Fama. A madrinha da mostra será a atriz gaúcha Malu Valle.

Durante os três dias de mostra serão exibidos 22 curtas-metragens em mostra competitiva (mais informações no www.mostrafama.com.br), além de outros cinco curtas convidados. Ao todo a organização recebeu mais de 100 inscritos em edital que esteve aberto até 10 de maio. Ao final, jurados escolhidos pela mostra premiarão os três primeiros colocados – todos os concorrentes receberão troféu de participação. Ao longo do evento serão exibidos quatro longas-metragens convidados: “A Repartição do Tempo” (2016), do estreante Santiago Dellape e premiado no 49ª Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; “Sobre Mariposas e Borboletas”, que conta com atores do sul de Minas e sets na região em produção independente da Reticências Filmes, dirigido por Lucas Marques e exibido na última Mostra de Cinema de Tiradentes; “Irmã Dulce”, produzido pela Migdal Filmes e dirigido por Vicente Amorim, com a atriz Malu Valle no elenco; e “Falsete”, documentário idealizado por Wolf e Jucilene Borges que aborda a música no sul de Minas.

No sábado (27) e domingo (28), a Casa do Artesão de Fama receberá o curso de atuação com Anselmo Vasconcellos, ator com 40 anos de carreira na TV e cinema, com dezenas de papéis marcantes em clássicos como “Eles não usam black-tie” (1981) e “Tempos de paz” (2009). Durante a mostra a expectativa é que a cidade de 2.500 habitantes respire o rico cinema nacional, com sua simpática praça e estabelecimentos iluminados à beira d’água promovendo interação entre público, produtores, cinéfilos e atores consagrados e jovens talentos com trabalhos em exibição, como a atriz Bianca Muller (“A Repartição do Tempo”) e Rodrigo Mikelino, ator e performer de Alfenas com destacados trabalhos nos palcos e produções do Rio de Janeiro e São Paulo. A I Mostra de Cinema de Fama terá como mestre de cerimônias o ator Igor Cotrim, rosto conhecido da TV brasileira e premiado em diferentes festivais por seu forte papel no cinema na pele de um travesti em “Elvis e Madonna” (2009).

“Estamos com um desafio de trazer o cinema brasileiro para as telas de nossa região, e este é um dos motivos de estarmos realizando a I Mostra de Cinema de Fama, cidade turística rodeada pelo lago de Furnas que por si só já é uma cidade cinematográfica”, afirma Aryanne Ribeiro, da Gesto Produções, responsável pelo evento, juntamento com a Prefeitura de Fama e parceria com a Acilago – Associação do Circuito Turístico Lago de Furnas – e Secretaria de Governo de Minas Gerais. O evento é patrocinado pela CODEMIG – Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas e Gerais – e Governo de Minas.

Exibições e estrutura

Com estrutura especial para sessões ao ar livre, qualidade de imagem e áudio em tela 8x3.5m e capacidade para 600 pessoas sentadas, as exibições acontecerão a partir do final da tarde, criando um cenário mágico tendo ao fundo a represa de Furnas, na área conhecida como Trampolim de Fama, em frente à Igreja do Sagrado Coração de Jesus e ao coreto da praça. Outra preocupação da Mostra será com a sustentabilidade, com coleta seletiva, além de bancos da área comum feitos com material reciclado por artesãos da cidade. O evento também contará nos três dias com a Feira de Artesanato do Lago de Furnas.

Homenagem

Homenageado da I Mostra de Cinema de Fama, Jovany Sales Rey é cronista, dramaturgo, historiador, roteirista de cinema e televisão. Natural de Alfenas-MG, radicado em Vitória-ES, trabalha como script doctor (consultor de roteiros) e ministra oficinas de roteiro. É sócio fundador da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas (ABD&C) e membro do Instituto Histórico e Geográfico Nacional. Possui sete livros publicados e no cinema assinou os roteiros de 39 vídeos, curtas e longas metragens, entre eles, o premiado “Como a Noite Apareceu” exibido em Cannes e na abertura do Fórum Social Mundial de Dakar e Whispers of Paradise (Murmúrios do Paraíso).

Sobre Fama

Fama é um município com aproximadamente 2500 habitantes, localizado ao sul de Minas Gerais. Sua história remonta ao início do século 19. Devido à localização às margens do Rio Sapucaí, Fama contava com um porto fluvial de acesso a outros povoados, com navegação feita por barcos a vapor a partir de 1892, ampliação de linhas de navegação fluvial e inauguração da estação ferroviária de Fama em 1896. No início da década de 1960 a cidade antiga foi praticamente toda submersa para a construção da Represa de Furnas, ficando sob a água laticínios, ponte, estação de trem e até mesmo a capela. Uma nova cidade foi erguida na parte alta do terreno, com a igreja Sagrada Coração de Jesus na praça principal de frente ao espelho d’água.

Hoje a charmosa cidade atrai turistas para passeios na represa, restaurantes e bares na beira d’água, tendo o carnaval e a procissão de São Pedro, com barcos iluminados à noite no dia do protetor dos pescadores, como datas mais procuradas. Charmoso balneário, Fama conta com seis hotéis e estabelecimentos de ótima culinária e música ao vivo, como Uai Not, Bar da Rita e PJ.